quinta-feira, 13 de janeiro de 2005

A capacidade do ser humano

A capacidade do ser humano é espantosa. Para o bem e para o mal.

Depois do maremoto na Ásia do final de 2004, a ajuda humanitária foi fantástica. O mundo todo se organizou para enviar a ajuda. A ONU tomou a frente e um alívio no meio da fome, doenças e tragédia pessoal, foi um presente para as pessoas afetadas pela tragédia.

Mas a capacidade humana não se limita a isso. Já noticiaram a adoção ilegal de crianças orfãs, pessoas estão forjando viagens ao local da tragédia e fraudando seguradoras, caloteiros que fingem ter desaparecido no mar.

Somos ou não uma espécie rara no universo ?

E olha que universo é teoricamente infinito. E se não for infinito, é muito, mas MUITO grande. A estrela mais próxima de nós fica a 8 minutos-luz de distância. Ou seja, se conseguíssemos viajar na velocidade da luz (300.000 km/seg), levaríamos 8 minutos para chegar ao Sol. A segunda estrela mais próxima, é da constelação de Centauri. Fica a 3,5 anos-luz de distância.

E mesmo habitando um planetinha minúsculo, orbitando uma estrelinha de nada, nossa espéciezinha medíocre consegue produzir tanta coisa. Tanta coisa ruim. E tamta coisa boa. Isso realmente me espanta.

A capacidade do ser humano é incrível. Inimaginável. Não há limites para o que conseguimos produzir. Entender os mistérios do universo, fazer uma guerra para controlar poços de petróleo e legalizá-la, deixando Hitler com inveja.

Mandamos uma sonda a uma lua de Saturno, para coletar dados de sua atmosfera porque acreditamos que seja possível encontramos vida lá. Matamos milhões de ameríndios porque não falavam nossa língua e não seguiam nossos costumes.

Me leva a concluir: isto nos faz humanos. É nosso livre arbítrio que nos faz seres ?inteligentes? e dominantes no planeta.

Um comentário:

caio disse...

O ser humano é capaz de tudo.
Abert Ainstein repetiu em matematica e por ironia do destino ele virou um gênio.O ser humano tudo pode consegue coisas inimaginaveis,como por exemplo: ele consegue descobrir sobre o espaço sobre a vida, mas não a cura do câncer.
O que será de nós da qui a 50 anos?

O que pode haver?
A vida após a morte?

Isso são pergunta de milhares sem resposta ou embusca de uma!